Múcio descarta possibilidade de 3º mandato para Lula

O ministro das Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, descartou a possibilidade de um terceiro mandato para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, como sugeriu hoje o vice-presidente José Alencar. Conheço a vontade do presidente.

Agência Estado |

Ele deseja terminar seu mandato, e a Constituição brasileira diz que só tem direito a dois mandatos", comentou José Múcio, ao assegurar que o fato de Lula ter defendido a reforma política no Conselho Político não reflete nenhum interesse em permanecer à frente do Planalto.

"Evidentemente que todas as vezes que ele vai a uma inauguração ou fazer uma visita as pessoas falam isso (nova reeleição). Isso significa que ele tem dado certo e as pesquisas dizem isso", afirmou o ministro. Para ele, as demonstrações de aprovação do governo Lula são dadas ou pelas pesquisas de opinião ou nos aplausos que ele recebe quando vai a cerimônias. E minimizou o debate: "Isso é do entusiasmo do vice-presidente, que é natural. E é (natural) por conta deste momento. Mas tenho absoluta certeza que o intuito do presidente é terminar o segundo mandato e se afastar".

José Múcio negou que o presidente Lula, ao defender uma reforma política, estivesse incitando este debate em relação a um novo mandato. "Eu falo todo dia em reforma política e não penso assim. Todos falam em reforma política. Quando o presidente falou aqui que precisamos discutir reforma política é porque este é um reclame da sociedade toda. Os próprios políticos, mesmo aqueles que se inibem diante daquela sugestão, nas campanhas falam que nós precisamos de reforma política ou aprimorar o sistema que nós temos", completou.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG