Presos cavam túnel em sala de artesanato e fogem em Mato Grosso

25 pessoas detidas na cadeia de Cáceres escaparam nesta madrugada. Município é uma das portas de entrada de drogas no Brasil

Helson França, iG Mato Grosso |

Na madrugada desta segunda, 25 presos da cadeia pública do município de Cáceres (215 quilômetros de Cuiabá) fugiram por um túnel de aproximadamente três metros de extensão, cavado na sala onde eram ministradas aulas de artesanato. No local, foram encontrados pedaços de barras de ferro e pratos de plástico. O túnel terminava do lado de fora da cadeia, próximo à torre de onde policiais militares ficam de prontidão.

Até o momento, apenas cinco dos fugitivos foram recapturados. Cáceres é uma das principais portas de entrada de drogas do Brasil.

Presos por tráfico, os detentos Flávio da Silva Rodrigues, Juciandro Batista de Oliveira e William Guaçassi, juntamente com Jovane Santana de Campos (furto) e William Ferreira da Silva (receptação) foram localizados pela Polícia Militar, por volta das 13 horas. Eles estavam a pé, na rodovia que liga Cáceres a Araputanga (349 quilômetros de Cuiabá).

A fuga foi descoberta às 6h, no momento que os agentes carcerários faziam a primeira ronda matinal. Eles notaram que as celas das alas A e B, do bloco 1, estavam vazias. A partir daí, a vistoria na cadeia pública foi intensificada e a passagem subterrânea, encontrada.

De acordo com a Secretaria de Estado e Segurança Pública (Sesp), será instaurado um inquérito civil para apurar as causas da fuga, além de um Procedimento Administrativo Disciplinar interno.

Como as celas das respectivas alas ficam distantes da sala onde o buraco foi cavado, a suspeita é de que agentes carcerários, policiais militares ou outros servidores possam ter facilitado a fuga dos presos. Para chegar ao local do túnel, os presos serraram as celas.

    Leia tudo sobre: Mato GrossoCáceresfugapresídioscadeia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG