Polícia de Mato Grosso apreende quase duas toneladas de cocaína

Ao todo foram presas cinco pessoas, em três ações distintas no Estado durante o carnaval

Helson França, iG Mato Grosso |

Quase duas toneladas de cocaína foram apreendidas pela Polícia Federal de Mato Grosso no período do carnaval. Parte da droga seria comercializada no próprio Estado. Outra seria vendida para regiões do sul e sudeste do País, além do exterior. Ao todo foram presas cinco pessoas, em três ações distintas.

Uma das apreensões ocorreu no sábado (4). Um avião, que transportava 548 pacotes de cocaína que totalizavam aproximadamente 565 quilos, caiu na região do Pantanal, na divisa de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. O avião bimotor de prefixo N6037U foi localizado por agentes da Polícia Federal na região de Porto Índio.

O piloto brasileiro Roy Rogers Silva Ferraz, 32 anos, e o boliviano que o acompanhava, Edgar Belen Inturias, foram presos por tráfico de drogas e encaminhados à Penitenciária Central do Estado, situada em Cuiabá.

No depoimento prestado ao delegado Éder Magalhães, Edgar confessou que foi contratado por outros bolivianos por U$ 1 mil para auxiliar no transporte da droga, e que o destino seria uma fazenda de Poconé (102 quilômetros de Cuiabá). Já o brasileiro negou a participação no esquema, dizendo que fora sequestrado e obrigado a pilotar a aeronave. A versão foi descartada pela Polícia Federal.

O avião caiu em uma região de morro, de difícil acesso, após colidir com a copa de árvores. Roy teve  ferimentos e tentou buscar ajuda numa fazenda próxima. O boliviano desmaiou e foi socorrido por agentes do posto militar de Porto Índio.

Na tarde de ontem, o caminhoneiro Orivaldo Schoroeder, 52 anos, foi preso transportando 935 quilos de cocaína num fundo falso do caminhão baú. A prisão aconteceu quando ele tentava atravessar um posto da Polícia Federal localizado no Trevo do Lagarto, em Várzea Grande.

O material, avaliado em R$ 5 milhões, havia saído de Cáceres (cidade que faz fronteira com a Bolívia, de onde vem grande parte da cocaína consumida no Brasil) e tinha como destino a cidade de São Paulo. Orivaldo receberia R$ 10 mil pelo transporte.

Na sexta-feira (3), agentes da Polícia Federal localiaram 362 quilos de pasta base de cocaína em um veículo e um caminhão, que seriam levados também para São Paulo. O flagrante aconteceu na BR 364, entre os municípios de Rondonópolis e Pedra Preta. Dois homens, que não tiveram os nomes revelados, acabaram presos.

    Leia tudo sobre: drogastráfico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG