Juiz define data de depoimentos de pilotos do Legacy

Pilotos norte-americaos serão ouvidos pela primeira vez no caso do acidente do jato Legacy com o boeing da Gol

Helson França, iG Mato Grosso |

O juiz federal Murilo Mendes, de Sinop (MT), determinou que os pilotos norte-americanos Jan Paul Paladino e Joseph Lepore, responsáveis por conduzir o jato Legacy que se chocou com o Boeing da Gol em setembro de 2006, sejam ouvidos nos dias 30 e 31 de março, por vídeoconferência , já que a dupla voltou para os EUA. Será a primeira vez que eles serão ouvidos.

AE
Destroços do avião foram encontrados um dia após o acidente em uma área de floresta amazônica na Serra do Cachimbo, no norte do Mato Grosso
A tragédia ocorreu no dia 29 de setembro de 2006, no espaço aéreo de Mato Grosso, e terminou com a morte de 154 pessoas – todas passageiros do avião da empresa Gol. Após a colisão, Paladino e Lepore conseguiram pousar o jato numa base aérea de Mato Grosso.

Eles respondem por homicídio culposo (sem intenção de matar) e negligência, por terem deixado de adotar certas medidas de segurança, como por exemplo, o desligamento do transponder (sistema anticolisão) e a falta de providências para ligá-lo.

O depoimento dos pilotos deve acontecer no Consulado Geral brasileiro em Washington, ao meio-dia (horário de Brasília).

As testemunhas de Jan e Joseph, nove ao todo, também serão ouvidas por videoconferência. As sessões acontecerão entre 14 e 15 de março, sendo três testemunhas por dia para prestar depoimento.

No dia 10 do mês passado, o juiz Murilo Mendes negou um pedido da defesa dos pilotos, para que eles fossem ouvidos nos Estados Unidos por juízes norte-americanos. Mendes argumentou que tal situação poderia comprometer a lisura do processo, pois as acusações contra a dupla no país nem crime configuram, segundo o magistrado.

    Leia tudo sobre: acidente da gollegacyjuiz

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG