Secretário e cinco universitários morrem atropelados em rodovia do Mato Grosso

Gilcemar Goloni, secretário de Educação de Curvelândia, era socorrido por estudantes quando todos foram atingidos por uma picape em alta velocidade; outros oito ficaram feridos

Agência Estado | - Atualizada às

Agência Estado

Sete pessoas morreram, entre elas cinco estudantes universitários, e pelo menos oito ficaram feridas em um atropelamento múltiplo ocorrido às 18h15 desta quarta-feira (3), na rodovia MT-150, a 3 km da entrada da cidade de Cáceres, no Mato Grosso, a cerca de 250 km de Cuiabá.

Uma das vítimas que também não sobreviveu é o secretário de Educação de Curvelândia, Gilcemar Sidney Goloni. Os estudantes mortos eram alunos da Faculdade do Pantanal (Fapan) e da Universidade Estadual do Mato Grosso (Unemat).

Lamborghini Gallardo:  Empresário morre após capotar carro de luxo em rodovia de SP

São eles: Davi da Silva Rocha, de 22 anos; Welvis Coelho Flamine, de 26, ambos do curso de Administração; João Deneir Ferreira, de 20; e Adriano dos Reis Zumba, 19, que cursavam Sistema de Informação, e Fábio dos Santos Laranjeiras, de 20, do curso de Matemática. A sétima vítima que também não resistiu aos ferimentos, segundo a Polícia Militar, é um motociclista, identificado como João Estevão Filho. Dos sete mortos, o motociclista foi o único que chegou a ser socorrido e morreu no Hospital Regional de Cáceres.

Segundo a polícia, os estudantes estavam em um ônibus, no qual havia cerca de 40 universitários, alguns também da Unopar. O veículo seguia para Cáceres quando o motorista parou para que os jovens socorressem o secretário, que estava em uma moto e havia atingido um ciclista. No momento em que os estudantes se aproximavam das vítimas, em um trecho de curva, surgiu uma picape Chevrolet S-10 cinza, com placas de Cuiabá, e atropelou o grupo, inclusive o secretário, que ainda estava caído.

Leia também: Motorista perde o controle e carro fica preso entre poste e grade em SP

O outro motociclista, João Estevão, também foi atingido pela picape ao se aproximar do local do acidente. Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Cáceres.

O motorista da picape, de prenome Marcelo, foi levado para a cidade de Mirassol D'Oeste. Ele sofreu ferimentos leves e foi detido pelos policiais no local do acidente. Segundo a polícia, Marcelo não estava bêbado. As reitorias das universidades decretaram três dias de luto oficial pela morte dos estudantes.

    Leia tudo sobre: atropelamentomorte de estudantessocorrorodoviamato grosso

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG