MST protesta contra atraso de cestas básicas no PR

Um grupo de aproximadamente 300 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) acampou hoje no pátio da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), em Apucarana, cidade a 370 quilômetros de Curitiba, no norte do Paraná. Eles protestam, entre outras reivindicações, contra o atraso na distribuição de cestas básicas para os acampamentos do Estado.

Agência Estado |

A Conab tenta encontrar uma forma de providenciar as cestas de forma emergencial.

O membro da coordenação estadual do MST Diego Moreira disse que a intenção é manter a manifestação de forma pacífica, mas não descartou que possam ser tomadas outras atitudes de pressão caso não haja uma solução. Segundo ele, a entrega de cestas básicas está paralisada desde dezembro do ano passado. "Há muita burocracia para liberar os recursos e, depois, a Conab não consegue adquirir e nem distribuir." Eles também reclamam o assentamento de cerca de 6 mil famílias. "A reforma agrária está praticamente estagnada neste governo", disse.

O superintendente da Conab no Paraná, Lafaete Jacomel, reconheceu o atraso na distribuição das cestas básicas para as famílias acampadas em beiras de estradas. "Este ano ainda não foi liberado nenhum recurso por parte do MDS (Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome)", afirmou. Em consequência, não foi realizado nenhum leilão para compra de alimentos.

"Pela manhã já mandamos as reivindicações para Brasília para ver a possibilidade de um recurso emergencial na Conab até que o MDS volte a liberar os recursos normalmente", disse o superintendente. Segundo ele, a manifestação não atrapalha o funcionamento da unidade em Apucarana.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG