MST ocupa por 3 horas prefeitura de Serra Azul-SP

Cerca de 150 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocuparam hoje, durante três horas, a prefeitura de Serra Azul, cidade de 9 mil habitantes na região de Ribeirão Preto (SP). O grupo é do Assentamento Sepé Tiaraju, que fica entre a cidade e Serrana (SP).

Agência Estado |

Os sem-terra alegaram que a ocupação foi motivada por falta de infra-estrutura no assentamento (saneamento básico, água encanada, acesso a transporte coletivo, posto de saúde e iluminação pública), que existe desde 2004 - a área foi ocupada, inicialmente, há oito anos, em 17 de abril de 2000.

Os sem-terra ficaram no pátio da prefeitura e reuniram-se com o prefeito Wilson Egydio dos Santos (PSDB). Santos concedeu duas reivindicações: coleta de lixo (duas vezes por semana) e máquinas para consertar as estradas da agrovila. Após a saída da administração municipal, os trabalhadores rurais foram à praça central e distribuíram 2 toneladas de alimentos à população.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG