MST mantém protesto em sede do Incra no Ceará

Manifestantes ligados ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) bloquearam, hoje de manhã, uma faixa da pista da avenida José Bastos, no trecho que fica em frente à sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Fortaleza. Eles queimaram pneus no meio da avenida.

Agência Estado |

A sede do Incra no Ceará está ocupada desde ontem à noite.

No Ceará, O MST quer rapidez na reforma agrária e ajuda para cobrir as perdas com o plantio. De acordo com eles, 20% da safra de milho já é considerada perdida por conta da demora do início do período chuvoso. A pauta de reivindicação inclui ainda a criação de oito escolas do Ensino Médio e dez de ensino fundamental em acampamentos, além do pagamento antecipado do seguro-safra no valor R$ 100 em cinco meses e a criação de centros integrados de cultura, esporte e trabalho para a juventude.

A ação de hoje integra o chamado "Abril Vermelho", realizado em todo o País. Nesta tarde, os manifestantes acamparam na frente do Palácio Iracema, sede do governo do Ceará. Como o governador não estava, foram recebidos pelo chefe de gabinete, Almircy Pinto.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG