MST invade sede do Incra e banco no interior de SP

Em novas ações do Abril Vermelho, a jornada de lutas do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST), militantes invadiram hoje mais uma fazenda no interior de São Paulo. Também ocuparam uma agência do Banco do Brasil e mais uma sede regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

Agência Estado |

De acordo com o movimento, 180 famílias entraram nas terras de uma fazenda pertencente ao usineiro Roberto Viana Egreja no município de Promissão. O proprietário da área não foi localizado, mas a Polícia Militar local confirmou a ação dos sem-terra. É a sexta propriedade rural invadida nesta semana no Estado.

Cerca de 150 militantes invadiram também a sede do Incra em Teodoro Sampaio, no Pontal do Paranapanema. Uma parte do grupo deslocou-se até a agência do Banco do Brasil na cidade. Os dois prédios foram desocupados hoje mesmo.

Na mesma região, os sem-terra montaram um acampamento nas proximidades de uma usina de cana-de-açúcar no município de Sandovalina. De acordo com o coordenador Valmir Rodrigues Chaves, o objetivo é chamar a atenção para a falta de estrutura nos assentamentos e a lentidão do governo em obter terras para assentar as famílias acampadas.

Somente no Pontal, cerca de 2.500 famílias estão em acampamentos. Amanhã, o movimento realiza um ato em defesa da reforma agrária, com o lema "Lutar não é Crime", no acampamento Roseli Nunes, em Campinas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG