Manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), que ocupam o saguão e áreas externas do Ministério da Fazenda, estão gritando palavras de ordem e ameaçam a invasão do prédio. Segundo organizadores do MST, o total de manifestantes no local chega a 3 mil.

Do outro lado do edifício, cerca de 20 policiais militares se posicionam e recebem instruções de oficiais para impedir a invasão. Acabam de chegar ao prédio também dez policiais militares do Grupo Tático Operacional para reforçar a segurança.

Com a chegada do reforço, os manifestantes começaram a gritar "polícia é pra ladrão!" O tenente-coronel da PM, Jorge Luiz Damasceno, disse que não acredita na possibilidade de invasão, por hoje ser o primeiro dia de um total de dez durante os quais os manifestantes pretendem permanecer no local. "Se tocam o rebu hoje, amanhã amanhecemos com 5 mil homens aqui na frente, e eles fecham o canal de negociação", disse Damasceno. Entre outras palavras de ordem, os manifestantes gritam: "Com luta, com garra, a terra sai na marra".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.