MST invade fazenda de laranja em Iaras

Cerca de 200 famílias integrantes do Movimento dos Sem-Terra (MST) invadiram hoje a fazenda Capim, no município de Iaras, sudoeste do Estado de São Paulo. A propriedade tem área de 2,7 mil hectares e possui mais de 200 mil pés de laranja da Cutrale, uma das maiores empresas do setor de cítricos do País.

Agência Estado |

Os sem-terra cortaram cercas e arrombaram um portão para entrar na fazenda. No terreno, destruíram pés de laranja e iniciaram a construção dos barracos. Os integrantes usaram tratores e máquinas da fazenda para arar a terra com o objetivo de plantar feijão. De acordo com as lideranças regionais do MST, a fazenda foi ocupada por ser uma propriedade do governo federal e estaria sendo utilizada de forma irregular pela multinacional.
A coordenação do movimento em Iaras informou que o MST reivindica a área para fins de reforma agrária. Os sem-terra afirmam que só vão sair da fazenda quando o superintendente do Incra viajar para a região e definir um cronograma para transformar essa área em assentamento. Um advogado da Cutrale disse que os empregados da fazenda estariam sendo ameaçados. Ele informou que a empresa deve entrar amanhã com pedido de reintegração de posse. É a segunda área invadida no interior paulista em menos de uma semana. Na sexta-feira, integrantes do MST invadiram a fazenda Timboré, em Andradina.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG