MST e Via Campesina desocupam pedágios no Paraná

A regional paranaense da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR-PR) informou hoje que as estradas concedidas no Estado voltaram a operar normalmente com a desocupação das últimas das sete praças de pedágio que haviam sido invadidas hoje por integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e da Via Campesina. As últimas a serem desocupadas foram a de Prudentópolis (Relógio), administrada pela Caminhos do Paraná, e a praça de Mandaguari, administrada pela Viapar.

Agência Estado |

A praça de Witmarsum, da Rodonorte, também chegou a ser ocupada pelos manifestantes, mas eles deixaram o local rapidamente.

A entidade reitera que todas as concessionárias afetadas pelos protestos dos dois movimentos recorreram à Justiça para obter reintegração de posse. Porém, as desocupações foram todas espontâneas. Segundo a ABCR-PR, os líderes dos movimentos afirmaram tratar-se de mobilização pelo Dia Nacional de Luta pela Soberania Alimentar e contra o Agronegócio.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG