O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) divulgou nesta terça-feira nota por meio da qual denuncia a empresa Sucocítrico Cutrale de utilizar irregularmente terras do governo federal (confira abaixo a íntegra do documento). Os militantes estão acampados desde o último dia 28 na fazenda Capim, pertencente ao grupo empresarial.

"A ocupação tem como objetivo denunciar que a empresa está sediada em terras do governo federal, ou seja, são terras da União utilizadas de forma irregular pela produtora de sucos. Além disso, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) já teria se manifestado em relação ao conhecimento de que as terras são realmente da União", diz trecho da nota.

Leia reportagem completa no Congresso em Foco

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.