O Ministério Público de Tocantins denunciou seis pessoas acusadas de desviar verbas da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) destinadas à atividade produtiva na região. Antônio Machado Fernandes, Eduardo Vendramini Machado, Marilza Vendramini Machado, José Márcio Vieira, Jubé Menezes e Maria Auxiliadora Barra Martins têm até 10 dias para responderem à acusação.

Segundo a denúncia do MP, os acusados se apropriaram de R$ 632 mil em recursos federais e deixaram de realizar investimentos próprios na região. A fraude, de acordo com o MP, consistia na falsificação de documentos e notas fiscais para simular uso de capital próprio nos empreendimentos. Com as notas forjadas, obtinham verbas de compensação da Sudam.

Leia mais sobre: Sudam

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.