MPF denuncia envolvidos no escândalo de propina nos Correios

BRASÍLIA - O Ministério Público Federal (MPF) denunciou à Justiça, na última segunda-feira, por formação de quadrilha, nove envolvidos no escândalo de propina nos Correios. Entre os denunciados estão o ex-deputado federal Roberto Jefferson e o ex-empregado da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafo (ECT) Maurício Marinho.

Redação |

Acordo Ortográfico

Após a divulgação na mídia das imagens em que Marinho, então chefe do Departamento de Compras e Contratações (Decam) dos Correios, aparecia recebendo em sua sala propina no valor de três mil reais, o MPF deflagrou investigações para apurar os delitos cometidos na estatal. O órgão atuou em conjunto com a Controladoria-Geral da União (CGU), Polícia Federal e um grupo de auditores dos Correios cedidos pela empresa pública.

Diante das provas colhidas durante as investigações, os procuradores

OBrito News

Roberto Jefferson está entre os denunciados pelo MPF

da República Bruno Acioli, Raquel Branquinho e José Alfredo de Paula consideraram que a ECT foi vítima da ação organizada de quadrilhas compostas basicamente por empregados públicos, políticos, empresários e lobistas. Segundo levantamento feito pela CGU, com base nos dados colhidos ao longo da apuração, estima-se que o montante de propina recebido pelo grupo pode alcançar o valor de aproximadamente R$ 5 milhões.

O grupo associou-se para arrecadar, de forma criminosa, verbas ilícitas para o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). A quadrilha montada para obter vantagem patrimonial indevida, por meio da prática de crimes contra a Administração Pública, funcionou efetivamente no período de fevereiro de 2003 a junho de 2005.

Quanto ao objetivo principal da quadrilha, os procuradores da República consideram que é preciso registrar que a atuação dos órgãos de investigação tem revelado cada vez mais a prática sistematizada de crimes, basicamente contra a Administração Pública, cujo objetivo primordial é o financiamento de projetos políticos.

Leia mais sobre: Correios


    Leia tudo sobre: correioscorrupçãodesvio de verbasescândalompfpropinaroberto jefferson

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG