MPF denuncia 12 por desvio na Assembleia do MT

Doze pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público Federal (MPF) por crimes cometidos na Assembleia Legislativa de Mato Grosso. A denúncia do subprocurador-geral da República Francisco Dias Teixeira foi enviada ontem ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e cita 12 supostos envolvidos de montar o esquema que desviou R$ 2,9 milhões.

Agência Estado |

A denúncia se refere aos crimes de formação de quadrilha, peculato e lavagem de dinheiro.

Entre os suspeitos está o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso Humberto Melo Bosaipo, que exercia, na época, o cargo de presidente da Assembleia Legislativa estadual. O subprocurador-geral da República pede que ele seja afastado do cargo. De acordo com o membro do Ministério Público Federal (MPF), Bosaipo e os demais denunciados fraudaram 166 contratos de empréstimo em consignação no Banco ABN - Amro Real S/A.

Além do conselheiro, foram denunciados José Geraldo Riva, então deputado estadual; Luiz Eugênio de Godoy, à época secretário de finanças da Assembleia; Nivaldo de Araújo, responsável pelo Setor de Patrimônio da Casa; os servidores Agenor Jácomo Clivate, Guilherme da Costa, Paulo Sérgio da Costa, Juracy Brito e Djan da Luz; o contador José Quirino e o técnico em contabilidade Joel Quirino.

Além do recebimento da denúncia e do afastamento de Humberto Bosaipo, o subprocurador quer que seja decretada a perda dos cargos dos servidores públicos envolvidos e que sejam ouvidas 33 testemunhas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG