MPF de Marília investiga venda de álcool abaixo do preço

A venda de álcool abaixo do preço de custo em todos os postos de combustível da região de Marília, no interior de São Paulo, está sendo investigada pelo Ministério Público Federal desde a última sexta-feira. O procedimento foi instaurado após visita da Procuradoria a vinte postos da cidade.

Agência Estado |

Todos eles vendem álcool por menos do que o preço de custo, segundo o MPF. O objetivo da ação é verificar como é possível a comercialização do litro do combustível a valor inferior ao preço de custo, além de apurar quais os motivos que têm levado a grandes variações no preço de venda.

A preocupação do MPF é que pode estar ocorrendo a venda de combustível adulterado. Outras hipóteses do MPF sobre a prática é que os postos podem estar deixando de recolher tributos ou, ainda, podem estar cometendo infração a ordem econômica com o objetivo de eliminar a concorrência. Em uma investigação inicial realizada pela Procuradoria, foi constatado que alguns postos estariam vendendo álcool a R$ 0,98, enquanto o preço de custo, com o pagamento de todos os tributos, seria superior a R$ 1.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG