MPF dá parecer contrário à libertação do casal Nardoni

O Ministério Público Federal (MPF) recomendou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que rejeite o pedido de libertação do casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá. Os advogados de defesa pedem na Corte um habeas-corpus para a soltura dos dois, que são acusados de matar Isabella Nardoni, filha de Alexandre, há um ano.

Agência Estado |

A menina foi jogada do sexto andar da janela do apartamento onde o casal vivia, na zona norte de São Paulo.

Para o subprocurador-geral da República Mário José Gisi, o tipo de ação protocolada pela defesa no STF não pode ser usada para questionar fatos e provas. O subprocurador afirmou ainda que há indícios de materialidade e autoria do crime. "Os indícios de materialidade e autoria encontram-se presentes, como demonstrado à exaustão nos autos", disse.

Segundo o subprocurador, é necessário manter o casal na prisão por conveniência da instrução criminal. Ele observou que houve tentativa de mudança da cena do crime, conforme informações da Justiça de São Paulo. "Apesar de já haver sentença de pronúncia, a instrução do feito somente terminará na sessão plenária do Tribunal do Júri, persistindo, até então, possibilidade real de interferência no conteúdo probatório", afirmou.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG