MPF alerta sobre risco de mais mortes de bebês no Pará

Após a morte de 32 recém-nascidos na Santa Casa de Misericórdia de Belém (PA), desde o dia 20 de junho deste ano, o Ministério Público Federal (MPF) afirma que o episódio pode se repetir na cidade de Marabá, a 530 quilômetros da capital paraense. O alerta foi encaminhado por procuradores do órgão à Justiça Federal nesta segunda-feira.

Agência Estado |

No processo, aberto em 2005, o Estado diz que a responsabilidade pela instalação de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal no Hospital Municipal de Marabá é exclusiva do município que, por sua vez, alega ser desnecessária a UTI porque o hospital tem Unidade de Cuidados Intermediários (UCI).

Há três anos, o MPF ajuizou ação civil pública para cobrar do Estado e do município de Marabá melhorias no atendimento a recém-nascidos. Na manifestação entregue ontem à justiça, os procuradores alertam para a necessidade de compra de ambulância para o atendimento neonatal e a contratação de médicos especialistas no ramo.

    Leia tudo sobre: bebês

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG