MP propõe ação contra acusados na Operação Vampiro

O Ministério Público do Distrito Federal (MP-DF) propôs ação contra sete pessoas e três empresas envolvidas no grupo acusado de fraudes em licitações para a aquisição de hemoderivados no Ministério da Saúde. A Operação Vampiro, da Polícia Federal, acabou em 2004 com um esquema de superfaturamento na compra de hemoderivados que agia desde 1997 - o Ministério Público calcula que o prejuízo total pode chegar a R$ 120 milhões.

Agência Estado |

A ação proposta pelo MP pede a anulação de contratos firmados com as empresas Octapharma, Fundação do Sangue e Baxter a devolução de 27,4 milhões de reais aos cofres públicos. Segundo a assessoria do MP-DF, os contratos são de 2003 e foram decorrentes de licitações no ano anterior. O Ministério Público aponta irregularidades nos processos, entre elas a combinação prévia de valores e violação de sigilo de propostas. As informações são do site do MP.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG