MP processa ex-secretário de Nova Iguaçu por fraude

O ex-secretário de Saúde de Nova Iguaçu (RJ), Henrique Johnson Buarque, foi processado pelo Ministério Público Federal por irregularidades e indícios de fraude na prorrogação de um contrato de mais de R$ 43 milhões. Além de Buarque, também são acionados na ação de improbidade administrativa o município de Nova Iguaçu e a cooperativa de trabalhadores Captar Cooper.

Agência Estado |

O MP denuncia que Buarque assinou renovação de contrato com a cooperativa, que ficaria com a responsabilidade de intermediar contratação de funcionários para a prefeitura. De acordo com os procuradores, essa atitude é ilegal, pois Buarque não era representante legal do município. O Ministério Público ainda aponta outras irregularidades no contrato e pede que seja imediatamente interrompido. A promotoria pediu a suspensão dos direitos políticos do ex-secretário.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG