O Ministério Público do Distrito Federal investiga as causas da morte de duas mulheres após cirurgias de lipoescultura. Uma delas é Kelma Macedo Ferreira Gomes, de 33 anos, assessora do ministro das Cidades, Márcio Fortes.

Segundo o MP, ela faleceu na sexta-feira, em Brasília, quase uma semana depois da cirurgia, feita no Hospital Goiânia Leste, em Goiânia. Um laudo detalhado da morte deve ser entregue em 15 dias.

Na tarde de hoje, será apresentado o resultado das investigações sobre a morte da jornalista Lanusse Martins Barbosa durante cirurgia plástica de lipoaspiração ocorrida em 25 de janeiro deste ano, no Distrito Federal.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.