MP fará audiência pública sobre infecções no HC-PE

Um dia após a divulgação da suspensão dos atendimentos na Unidade de Terapia Intensiva neonatal do Hospital das Clínicas (HC) de Pernambuco, em razão de um surto infecção que atingiu pelo menos seis bebês, o Ministério Público estadual anunciou, hoje, a realização de uma audiência pública sobre o caso na sexta-feira. Os atendimentos foram suspensos por determinação da Vigilância Sanitária, que detectou superlotação da unidade do HC e presença de uma bactéria não identificada.

Agência Estado |

De acordo com a assessoria de imprensa do MP estadual, vão participar do encontro, que será aberto ao público, representantes do HC e da Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa). A audiência será presidida pela promotora de Justiça Daíza Cavalcante, que tem atuação na área de saúde, e o objetivo é definir providências para enfrentar as consequências do surto infeccioso.

Com capacidade para 13 pacientes (incluindo os da UTI e do setor de Unidade Semi-Intensiva), a unidade abrigava 15 crianças, das quais pelo menos seis foram infectadas com a bactéria não identificada. Hoje, de acordo com informações da coordenação médica da unidade, os bebês infectados permaneciam sob tratamento com antibióticos. A previsão, de acordo com a assessoria de imprensa do hospital, é que o atendimento seja normalizado em até dez dias.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG