MP é favorável à permanência de Arruda na prisão

O Ministério Público Federal encaminhou um parecer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) recomendando que o ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda permaneça preso. Para o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, e para a subprocuradora-geral da República Raquel Dodge, o STJ deve rejeitar o pedido de liberdade feito pelos advogados de Arruda para que o ex-governador seja solto.

Agência Estado |

De acordo com eles, há provas de que Arruda está preso em condições dignas e com assistência médica.

"As fotos da sala especial que ele ocupa revelam que o ambiente é amplo, iluminado, ventilado, refrigerado, mobiliado e limpo. O requerente toma banho de sol duas vezes ao dia, faz caminhadas e recebe visitas. Os alimentos que ele ingere são trazidos de sua própria residência. A longa lista de consultas médicas e de enfermagem qualificadas que ele teve, em média duas vezes ao dia desde a data da prisão, e os exames laboratoriais e específicos realizados no mesmo período, revelam que ele recebeu assistência médica intensa e adequada", afirmaram no parecer.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG