MP do RS denuncia 59 policiais à Justiça Militar

O Ministério Público Estadual (MPE) do Rio Grande do Sul denunciou à Justiça Militar 59 policiais militares, inclusive dez oficiais, por crimes como formação de quadrilha, furto, roubo, receptação, prevaricação, peculato, posse de substâncias entorpecentes e violação de sigilo funcional, entre outros. Todos são vinculados ao 3º Batalhão de Policiamento Militar de Novo Hamburgo.

Agência Estado |

Também foram denunciadas uma policial civil e outras dez pessoas à Justiça comum.

A acusação foi formalizada pela promotora de Justiça Sônia Mensch ao final da análise de um Inquérito Policial Militar que apontou as transgressões. A investigação do assassinato do policial José Luis Ramires da Rosa, cometido por um colega em setembro de 2007, levou à descoberta de uma rede de irregularidades. Segundo a denúncia, os envolvidos participavam, facilitavam ou encobriam roubos a casas, empresas e caixas eletrônicos em Novo Hamburgo e outros municípios do Vale do Sinos.

A Corregedoria da Brigada Militar (BM, a Polícia Militar gaúcha) informou que 30 dos acusados já estão afastados dos serviços de policiamento desde o encerramento do inquérito, na metade do ano passado, para responder a processo administrativo. A partir do recebimento formal da denúncia, os outros 29 acusados também poderão ser colocados na mesma situação.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG