mensalinho em Igarapava-SP - Brasil - iG" /

MP denuncia cinco por mensalinho em Igarapava-SP

Os promotores Ministério Público Estadual (MPE) de Franca ofereceram hoje, no Fórum de Igarapava, município paulista da região de Ribeirão Preto, denúncia contra cinco vereadores da cidade, acusados de formação de quadrilha e três crimes de concussão - delito cometido por funcionário público no exercício de sua função. Eles são acusados de tentar obter um mensalinho, entre R$ 15 mil e R$ 20 mil, do prefeito.

Agência Estado |

Além disso, o MPE teve deferido as prisões preventivas de todos os acusados. Assim, os cinco continuarão presos na cadeia de Pedregulho.

Segundo um dos promotores, o crime de concussão ocorreu três vezes, nos dias 9, 11 e 18 deste mês. Por isso, a tripla acusação pelo mesmo crime. Na quarta-feira da semana passada, quatro vereadores de Igarapava foram presos em flagrante e um outro, no dia seguinte. A denúncia foi entregue ao juiz do município, Ewerton Meireles Gonçalves.

Outra investigação ainda será conduzida pela Delegacia Seccional de Franca, por lavagem de dinheiro, crime eleitoral e improbidade administrativa contra o vereador José Eurípedes de Souza (PT). Em sua casa foram encontrados e apreendidos cerca de R$ 865 mil em dinheiro e cheques.

Além do petista, os quatro vereadores presos são José Laudemiro Alves (DEM), Sérgio Augusto Freitas (PP), Roberto da Silveira (PSDB) e Alan Kardec de Mendonça (PSDB). Freitas, que foi vice-prefeito, ainda é acusado de ser um dos mandantes do assassinato do prefeito Gilberto Soares dos Santos, o Giriri , em 1998. Após o crime, ele assumiu a prefeitura. Devido ao caso, na segunda-feira os cinco suplentes serão empossados pela Câmara.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG