MP de SP denuncia policiais por sequestro e extorsão

O Ministério Público de São Paulo denunciou dois delegados, seis investigadores da Polícia Civil e três informantes por formação de quadrilha e extorsão mediante sequestro. A denúncia foi oferecida pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em 30 de outubro.

Agência Estado |

O grupo é acusado de planejar e sequestrar Henry Edval Lagos, conhecido como Patcho, traficante colombiano ligado ao grupo do traficante internacional Juan Carlos Abadia. Patcho foi sequestrado na cidade de Aldeia da Serra em abril de 2006.

De acordo com a denúncia, sob ameaça dos policiais que o haviam sequestrado, o traficante chamou um de seus comparsas e pediu que ele buscasse junto com Abadia dinheiro para sua libertação. Patcho foi torturado na sede do Departamento de Investigações Sobre Narcóticos (Denarc). O pedido final de resgate estava fixado em 280 mil dólares.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG