MP aciona vereador de Araruama por sequestro e coação

O vereador e policial militar Sérgio Roberto Egger de Moura, de Araruama, foi denunciado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro pelos crimes de sequestro qualificado e coação no curso do processo. Segundo a denúncia, no dia 1º de março de 2003 um grupo de PMs prendeu ilegalmente - sem flagrante delito e mandado judicial - Elvis Ribeiro Nogueira e Alexandre Tuler da Silva em um restaurante localizado na Rodovia RJ-106.

Agência Estado |

Os dois foram levados em um carro policial para um local desconhecido e nunca mais apareceram.

A ação policial teria sido comandada por Sérgio Roberto, 3º Sargento e o graduado mais antigo do grupo. Conforme a denúncia, a ordem para a detenção e o rapto das vítimas partiu dele. Outros policiais envolvidos seriam um 3º sargento e dois soldados. O MP pediu a prisão preventiva e a folha de antecedentes criminais de todos os denunciados.

Segundo o MP, dias após o ocorrido, Sérgio Roberto foi ao encontro de uma testemunha da ação e a ameaçou. Essa vítima constava como testemunha em um procedimento policial que tramitava na 118ª Delegacia de Polícia (DP), instaurado para apurar o desaparecimento.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG