Movimento nas estradas pedagiadas aumenta 0,4% em janeiro

Fluxo de automóveis aumentou 0,9% no período, enquanto o tráfego de veículos pesados recuou 1,0%, aponta pesquisa

Valor Online |

O movimento nas estradas com pedágio registrou crescimento de 0,4% em janeiro em comparação com dezembro de 2010, considerando os dados dessazonalizados, segundo o índice ABCR de atividade, produzido pela Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias em conjunto com a Tendências Consultoria Integrada.

O fluxo de automóveis aumentou 0,9% no período, enquanto o tráfego de veículos pesados recuou 1,0%, nessa mesma base de comparação. Para o economista Juan Jensen, da Tendências, o resultado mostra um comportamento díspare entre os dados de renda e consumo em relação aos dados da produção industrial. "O crescimento do fluxo de veículos leves é consequência do aumento da renda e do emprego", afirma.

Com relação aos veículos pesados, o economista avalia que o fluxo deve permanecer estável por mais algum tempo. "Apesar de o setor produtivo ter passado por um processo de recuperação forte, o aumento das importações, associado à menor produção e a queda das exportações, tem refletido negativamente."

Para Jensen, o processo inflacionário em curso também será determinante para a definição do movimento nas estradas nos próximos meses. Segundo ele, a atividade econômica sofrerá as consequências da ação do governo para conter a inflação. Porém, outras variáveis, como os investimentos privados para ampliação da capacidade produtiva, e medidas para conter as importações podem ajudar o setor produtivo. "A tendência é que o crescimento contínuo dos leves arrefeça um pouco, e que o fluxo dos pesados entre numa rota de leve crescimento".

Em relação a janeiro de 2010, o tráfego total cresceu 10,4%. O fluxo de veículos leves apresentou alta de 10,7% e o de pesados aumentou 9,5%. Nos últimos doze meses, o fluxo total teve expansão de 8,3%, o de leves cresceu 7,2% e o de pesados, 11,5%.

    Leia tudo sobre: pedágioestrada

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG