Motoristas de ônibus de Campinas-SP mantêm greve

Funcionários da empresa VB Transportes e Turismo Ltda., de Campinas, a 95 quilômetros de São Paulo, decidiram hoje, em assembléia, pela manutenção da greve iniciada hoje na companhia, que é a maior operadora do sistema na cidade.

Agência Estado |

Ao menos 150 mil viagens deixaram de ser feitas hoje. Após a reunião, outras quatro viações aderiram à paralisação marcada para amanhã, caso não haja um acordo entre empresários e a Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc). Os representantes dos empregados e da Transurc reuniram-se no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 15ª Região, no município.

Segundo a Transurc, as cinco empresas realizam, aproximadamente, 500 mil viagens diárias. Hoje, circularam 234 dos 264 ônibus da VB Transportes e Turismo, que servem os bairros Ouro Verde e Campo Grande, periferia de Campinas. Motoristas e cobradores pedem 10% de reajuste salarial, participação nos lucros e resultados (PLR) de 524,51 reais e vale-refeição de dez reais por dia. A Transurc ofereceu, em audiência no Ministério Público do Trabalho (MPT), aumento de 7% para motoristas, 8% a cobradores, PLR de 225 reais e vale-refeição de 8 reais.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG