Motorista usa artifício para passar na inspeção veicular

SÃO PAULO - O alto índice de reprovação na inspeção veicular obrigatória para veículos a diesel - 37% até 31 de dezembro - está fazendo muitos motoristas usarem artifícios para não serem barrados. O mais comum é ¿maquiar¿ as caminhonetes e caminhões para o momento da análise, principalmente reduzindo a abertura da bomba injetora de combustível.

Agência Estado |

    Dessa forma, diminui a potência do motor e, consequentemente, a emissão de fumaça. Logo após aprovados, os veículos são levados às oficinas para retornar ao estado original.

    A gente não aconselha os clientes a tomarem essas medidas, porque pode prejudicar os veículos e eles podem receber grandes multas. Mas a inspeção está barrando até veículos em perfeito estado, então eles precisam fazer alguma coisa, diz Leandro João Conti, proprietário da Mecânica Injediesel Mourão, na zona leste de São Paulo.

    Após o início da inspeção veicular, as oficinas mecânicas registraram em média aumento de 30% na busca pelo serviço. Os proprietários, no entanto, reclamam que o trabalho feito pela Controlar - consórcio responsável pelas inspeções - está sendo feito de forma errada, sem levar em conta as especificidades de cada veículo. Os limites permitidos não são adequados aos padrões que estão previstos no manual de cada veículo, diz o encarregado de oficina de uma concessionária de caminhonetes de luxo.

    Neste ano, a inspeção ambiental é obrigatória para 2,6 milhões de veículos, incluindo toda a frota movida a diesel, as 770 mil motos registradas na capital e 1,5 milhão de carros fabricados a partir de 2003. Para agendar a inspeção, o proprietário do veículo tem de acessar a página na internet da Controlar  para imprimir uma guia para pagamento da taxa de inspeção (R$ 52,73). Após 72 horas é possível agendar o teste.

    Quem não aderir à inspeção ambiental terá o licenciamento bloqueado e estará sujeito a multa de R$ 550, se flagrado na fiscalização. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

    Leia mais sobre: inspeção veicular  

      Leia tudo sobre: inspeção veicular

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG