Motorista pega 14 anos por crime em briga de trânsito

O motorista Itamar Campos Paiva foi condenado a 14 anos de prisão em regime fechado por tentativa de homicídio triplamente qualificado. Em maio do ano passado, durante briga de trânsito, ele agrediu com uma barra de ferro o gerente de compras André Luiz Reuter Lima.

Agência Estado |

A vítima deixava uma pizzaria na Tijuca, na zona norte do Rio, com os filhos de 13 e 14 anos e um amigo deles, quando Paiva avançou o sinal na Rua Almirante Cochrane e quase os atropelou. Após discussão, Paiva desceu de seu Fiat Uno com uma barra de ferro e golpeou o gerente de compras, que sofreu afundamento de crânio e ficou cinco meses em coma.

Sem testemunhas de defesa, Paiva apresentou uma versão classificada de mentirosa pela promotoria: disse que foi provocado o tempo todo por Lima, que o chamava para briga e acabou por bater a própria cabeça na barra de ferro, que Paiva teria pego para se defender das investidas do gerente de compras.

O argumento não convenceu o júri formado por cinco homens e duas mulheres, que, por unanimidade, considerou Paiva culpado por tentativa de homicídio triplamente qualificado - praticado por motivo fútil, colocando em perigo a integridade física de outras pessoas e mediante a utilização de recurso que dificultou a defesa da vítima.

    Leia tudo sobre: transito

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG