Motorista é morto dentro de micro-ônibus na Grande São Paulo

MAUÁ - O motorista de um micro-ônibus da Viação Barão de Mauá foi assassinado no final da noite de segunda-feira dentro do coletivo onde trabalhava, no Parque das Américas, em Mauá, na Grande São Paulo.

Agência Estado |

Após ser baleado, Isaías Diniz perdeu o controle do veículo e se chocou contra o muro de uma casa.

Segundo a polícia, testemunhas disseram que o atirador subiu no micro-ônibus, que faz a linha 104 - Salgueiro, no ponto anterior ao local do crime. Não havia mais ninguém no coletivo além da vítima e do criminoso.

O motorista foi atingido por três tiros na cabeça e morreu no local. O suspeito fugiu a pé. Segundo a polícia, aparentemente nada foi roubado. Dentro do veículo foram apreendidos R$ 107,10.

Choque contra muro

A família da dona de casa Eliana Rodrigues Cândido de Araújo, de 40 anos, já dormia quando ouviu o barulho dos tiros, pouco antes da meia-noite. Em seguida, veio o estrondo da queda do muro. "Quando o meu marido saiu, viu o corpo caído perto da catraca. A parte da frente do ônibus ficou pendurada aqui para o lado de dentro de casa", contou. Nenhum dos moradores ficou ferido.

O ônibus atingiu a área da frente da casa, onde os filhos de Eliana, de 14 e 10 anos, costumam jogar bola com amigos todas as noites. "Foi uma sorte eles não estarem lá na hora do acidente. Como estava chovendo, os meninos entraram mais cedo", disse.

Isaías Diniz deixou um casal de filhos e uma esposa grávida. Ele trabalhava como motorista há cerca de seis meses. Antes disso, desempenhava a função de fiscal. O caso foi registrado como homicídio simples no 1º Distrito Policial (DP) de Mauá e será investigado.

Leia também

    Leia mais sobre: assassinato

      Leia tudo sobre: assassinatoônibus

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG