Motorista é condenado por agredir pedestre no Rio de Janeiro

O motorista Itamar Campos Paiva, que em maio do ano passado agrediu com uma barra de ferro o gerente de compras André Luiz Reuter Lima durante uma briga de trânsito na Tijuca, na zona norte do Rio, foi condenado a 14 anos de prisão em regime fechado, segundo o Tribunal de Justiça do Estado.

Agência Estado |

O julgamento, que começou por volta das 14 horas de ontem, no Tribunal de Justiça do Rio, durou cerca de 10 horas, terminando às 23h30. O advogado do acusado já entrou com recurso pedindo a constituição de um novo júri, alegando problemas mentais do cliente.

O crime ocorreu na noite de 23 de maio, na Rua Almirante Cochrane. Segundo os depoimentos, André Luiz saía de uma pizzaria com os filhos, de 13 e 14 anos, e um amigo dos adolescentes quando o grupo quase foi atropelado pelo carro de Itamar, que avançara o sinal. Ao ouvir a reclamação, o motorista parou e manobrou para tentar atingi-los e houve discussão.

Ainda de acordo com as testemunhas, Itamar saltou do carro e agrediu André na cabeça com uma barra de ferro. Ele sofreu afundamento do crânio, tendo sido operado e ficado em coma. Ele recebeu alta em 1º de agosto do Instituto Pasteur, no Rio, e não apresenta sequelas neurológicas.

Itamar estava preso preventivamente na Polinter do Grajaú. Durante o processo, ele chegou a ficar internado no Hospital Psiquiátrico Heitor Carrilho, segundo o Tribunal de Justiça.

Leia mais sobre agressão

    Leia tudo sobre: agressão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG