Um policial militar que trabalhava como motorista do ex-comandante do Batalhão de Operações Especiais (Bope), tenente Coronel Alberto Pinheiro Neto, hoje assessor especial do atual comandante da Polícia Militar, foi baleado na cabeça na manhã desta sexta-feira, no Largo da Segunda-Feira, na Tijuca, zona norte do Rio.

Segundo informações do Bope, o policial foi baleado ao tentar impedir um assalto a um veículo por volta das 7h30 da manhã. Ele foi levado em estado grave para o Hospital Souza Aguiar. De acordo com o Bope, a bala ainda está alojada na cabeça do policial.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.