O motorista de caminhão Josué de Souza perdeu praticamente metade da carga de cimento que levava ao dirigir ontem em ziguezague pela rodovia João Leme dos Santos, que liga Sorocaba a Salto de Pirapora, interior de São Paulo. Usuários da rodovia entraram em contato com a Polícia Rodoviária Estadual que parou o motorista de 26 anos próximo de um trevo, antes que ele entrasse na rodovia Raposo Tavares.

Os policiais perceberam que Souza estava embriagado e pediram que soprasse o bafômetro. O teste revelou que ele tinha 0,77 miligramas de álcool por litro de ar expirado. Ele foi autuado por dirigir sob o efeito do álcool, mas pagou fiança e vai responder ao processo em liberdade. Segundo os policiais, ele ingeriu bebida alcoólica no bar de uma vila existente na margem da rodovia.

A Polícia Militar de Sorocaba deteve dois motoristas que provocaram acidentes sob efeito de álcool. Um torneiro mecânico de 37 anos bateu seu carro em outro veículo que estava parado. Ele admitiu que havia tomado duas cervejas, negou-se a fazer o teste do bafômetro, mas concordou a fazer o exame de sangue na Delegacia da Polícia Civil. Outro condutor, de 25 anos, bateu na traseira de outro veículo, fugiu, mas foi interceptado pela Polícia. O teste do bafômetro acusou 0,72 mg de álcool. Ele pagou R$ 500 de fiança.

Outros cinco motoristas foram autuados durante a Operação Bafômetro, realizada pela Polícia Militar ontem em duas avenidas movimentadas de Sorocaba. Dois deles se negaram a soprar o bafômetro e foram submetidos a exames clínicos. Nos outros três casos houve o pagamento de fiança.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.