Motorista atropela, mata 3 e sai após pagar fiança

O técnico de segurança do trabalho Valdeci Souza Batista, de 37 anos, atropelou quatro mortos na Rodovia Anchieta em Cubatão, na madrugada de ontem. Três pessoas morreram e três ficaram feridas, mas o motorista foi liberado após pagar fiança de R$ 5 mil.

Agência Estado |

Ele dirigia na contramão e segundo a Secretaria de Segurança Pública, seu teste do bafômetro apontou 0,66 miligrama de álcool por litro de sangue, o dobro do limite permitido pela lei.

O acidente aconteceu às 5h30 da manhã na altura do quilômetro 61 da pista de subida da rodovia Anchieta. As vítimas moravam em São Bernardo do Campo, no Grande ABC, e faziam parte de um grupo de 13 amigos que decidiu fazer um "bate-e-volta" ao litoral na noite de sexta-feira em sete motos.

O motoboy André Alves da Costa, de 25 anos, morreu na hora. Thiago Campos Ribeiro, de 23 anos, foi socorrido, mas chegou morto a Santa Casa de Santos. Emerson Gonçalves Batista, de 20 anos, foi encaminhado ao Pronto Socorro de Cubatão e submetido a uma cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada de domingo. A jovem Suzana Rocha Mendes sofreu um traumatismo craniano e permanece em estado grave na UTI do Hospital de Cubatão. As demais vítimas não correm risco de morte.

O motoboy Wellington Santos Santana, de 22 anos, que estava entre os motociclistas do grupo não atingidos, está revoltado com a atitude do motorista. "Essa é a lei do nosso País. Ficamos muito mal com tudo. Estamos muito chateados e decepcionados", desabafou.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG