Motorista acusado de matar três volta a violar Lei Seca

Acusado de envolvimento em acidente que matou três pessoa dois dias após a Lei Seca ser sancionada, em 2008, o estudante Carlos Henrique Dias Silva, de 18 anos, foi flagrado novamente dirigindo alcoolizado. Preso em flagrante pela Polícia Militar há dois e dirigindo em alta velocidade na área urbana, ele teve sua liberdade temporária revogada e substituída por um pedido de prisão preventiva, requerida hoje pela Polícia Civil.

Agência Estado |

"No momento da prisão o rapaz dirigia sem habilitação. Policiais militares e testemunhas garantem que disputava um racha, e o bafômetro registrou teor alcoólico no limite máximo permitido pela Lei Seca", disse o delegado Glaysson Reis, titular do 3º Distrito Policial de Anápolis, a 55 quilômetros de Goiânia. "Casos como esse, de reincidência, me dão a sensação de impunidade", comentou o policial, após requerer a prisão preventiva - o que manterá o motorista infrator preso até o julgamento.

Carlos Henrique foi o primeiro motorista a ser preso com base na Lei Seca em Goiás, em 22 de junho, quando o estudante protagonizou uma tragédia. Alcoolizado e em alta velocidade na BR-153 (Belém-Brasília), segundo a Polícia, acertou a traseira do Eco Sport de Lindomar Rodrigues de Araújo, parado no acostamento por pane seca. "No depoimento, disse ter bebido um copo de cerveja e que não dirigia em alta velocidade", lembra o delegado Glaysson Reis. O impacto lançou o Eco Sport distante. Morreram três dos ocupantes: a mulher de Lindomar, Maria de Lurdes da Silva Moreira, de 26 anos, e os filhos Ryan Lincoln Moreira Araújo e Lois Brenda da Silva, de cinco e oito anos, respectivamente.

Com hematomas, escoriações e lesão no fígado, Carlos Henrique foi internado em hospital para observação médica. Preso sob acusação de homicídio doloso, foi solto por meio de habeas-corpus, mas responde à acusação de homicídio doloso. Os pais e o estudante não quiseram comentar o caso.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG