Motorista acusado de causar 4 mortes ganha liberdade

O empresário Eduardo Miguel Abib, de 27 anos, filho do diretor-geral da Assembleia Legislativa do Paraná, Miguel Abib, acusado de ter provocado um acidente em que morreram quatro pessoas e outra ficou ferida, no dia 7, em Curitiba, foi colocado em liberdade na noite de sábado. Ele foi indiciado por homicídio com dolo eventual.

Agência Estado |

O alvará de soltura, pedido por seus advogados, foi concedido pelo juiz da Vara de Inquéritos Policiais de Curitiba, Pedro Luiz Sanson Corat.

"O requerente possui ocupação lícita, residência fixa e é primário, restando, portanto, face a aparente ausência de periculosidade do agente nesta fase inquisitorial, que o pedido merece acolhimento", registrou o juiz.

Eduardo tinha sido preso em flagrante após testemunhas afirmarem que ele dirigia com velocidade acima da permitida na rua onde ocorreu o acidente, no Bairro do Batel. Além disso, outras testemunhas afirmaram que ele passou em sinal vermelho. O empresário se recusou a fazer o teste de bafômetro, mas policiais militares que atenderam à ocorrência relataram sinais de embriaguez.

Na análise do juiz, há contradição nos depoimentos a respeito do estado de embriaguez e de que não teria respeitado a sinalização. Para Corat, o airbag do carro ocupado por Eduardo foi acionado, o que poderia justificar suas atitudes desconexas. De acordo com o juiz, o equipamento ofende a integridade física do motorista, "situação que pode ter gerado a sua aparência de desnorteado, cambaleante e a vermelhidão no rosto e olhos". Além disso, o empresário também teria se disposto a prestar socorro.

Para o delegado da Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran), Armando Braga de Moraes, o fato de Eduardo responder ao inquérito em liberdade não altera as investigações. No acidente, morreram quatro pessoas que iam fazer uma gravação para divulgar um evento da Igreja Mundial do Poder de Deus. O pastor Felipe Pires, que dirigia o carro, deve ter alta nos próximos dias.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG