Motoqueiros fazem protesto em frente à casa de Lula

A frente da residência do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em São Bernardo, é palco de um protesto de motoqueiros liderados pela Associação dos Mensageiros e Motociclistas de São Paulo. Dez motoqueiros ocupam a calçada oposta à casa de Lula.

Agência Estado |

Eles reivindicam mudança no seguro obrigatório que subiu de R$ 182,00 para R$ 254,00 no início do ano, isenção de pedágio para motos nas rodovias federais e a revogação das resoluções 203 e 219, que determinam o uso de colete e capacete com faixa refletiva. "Essas medidas oneram os trabalhadores com motocicletas de forma vil e arbitrária", afirmou Ernani Pastori, presidente da associação. "Isso atende apenas à máfia do colete e do capacete", disse.

Há instantes um representante do governo Lula que se identificou apenas como integrante da Secretaria-geral da Presidência da República e não revelou seu nome, procurou os manifestantes e recebeu de Pastori um documento com as reivindicações. "Com certeza o documento será entregue ao presidente e vocês terão uma resposta", afirmou.

Um pouco antes Pastori reclamava de o movimento não ser ouvido. Disse ter ido três vezes a Brasília, onde conversou com o ministro do Trabalho, Carlos Lupi. "Como o ministro não resolveu nosso problema, viemos conversar com quem manda". O movimento apresentou em janeiro uma proposta de desconto de 50% no Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores Terrestres (DPVAT) para os motoristas que não fizerem uso do seguro obrigatório. Pastori diz que até agora não receberam nenhuma resposta.

Os motoqueiros prometem fazer manifestações nos finais de semana, a cada 15 dias, em frente à casa de Lula até que consigam uma resposta satisfatória para suas reivindicações. O presidente da associação disse que foi inaugurado um novo ponto de protesto: a calçada moto point, como estão chamando o local. Neste momento os manifestantes fazem um churrasco na calçada, com picanha e lingüiça. O presidente Lula permaneceu durante toda a manhã dentro de sua casa.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG