Motociclista morre atropelado após briga em SP

O motociclista Caio Vinicius Gervásio dos Santos, de 28 anos, morreu atropelado, anteontem à tarde, após uma briga de trânsito na Avenida Francisco Morato, zona oeste de São Paulo. Horas depois, a tragédia familiar quase foi ampliada, na mesma avenida: ao saber da morte do irmão, Igor Gervásio, de 25 anos, capotou seu Fiat Palio quando ia ao encontro dos pais no 34º Distrito Policial (Vila Sônia).

Agência Estado |

O acusado do atropelamento é o motorista particular José Carlos dos Anjos, de 40 anos. A discussão começou, segundo ele, porque a Honda Titan de Santos bateu no retrovisor do seu Toyota Fielder. Quando houve a colisão com o Toyota, ele abriu a janela e xingou Santos - conforme depoimento dado à polícia. Após discussão, o motociclista teria chutado o carro do motorista, se desequilibrado e caído.

Com medo de sofrer represálias de outros motociclistas que se aproximavam, o motorista diz que optou por arrancar com o automóvel, sem ver o que se passava. À polícia, ele admitiu que pode ter atropelado o rapaz, mas disse acreditar que Santos foi morto por um ônibus. Segundo a São Paulo Transportes (SPTrans), no entanto, não houve nenhum registro de acidente com qualquer coletivo na área. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG