SÃO PAULO - O meio-campista do Esporte Clube Santo André, Amauri Rodrigues da Silva, de 21 anos, morreu nesta madrugada ao colidir sua moto Suzuki Bandit 1.200cc em um microônibus, da linha Terminal Metropolitano SBC/ Metrô Saúde.

O acidente ocorreu na pista sentido Jabaquara/Ipiranga da Avenida Professor Abraão de Moraes, em frente ao Shopping Plaza Sul, no Jardim da Saúde, zona sul da capital paulista.

Com o impacto da colisão, a moto do jogador explodiu. Silva chegou a ser levado para o Hospital São Paulo, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O garupa do atleta, identificado como Bruno Luiz Fernandes Moade, morreu no local.

Durante depoimento no 16º Distrito Policial, de Vila Clementino, parentes do atleta disseram ao delegado que havia dois meses que Amauri comprou a moto e que ele não tinha habilitação. O jogador e Bruno haviam saído de uma festa. Segundo o que a polícia apurou, o atleta teria se assustado ao cruzar com uma viatura do Grupo de Operações Especiais (GOE), da Polícia Civil, e resolveu acelerar. Ao passar pelo farol vermelho, atingiu o microônibus.

Leia mais sobre acidentes de moto

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.