Com o objetivo de trazer à capital o cinema com temática nordestina, ocorre até domingo (dia 20), no Centro Cultural de São Paulo, a 4ª Mostra Paulista de Cinema Nordestino. São Paulo tem o maior contingente de migrantes nordestinos e, além disso, o Nordeste se tornou um polo de produção de bons filmes, alguns até premiados, destaca Katia Camargo, curadora da mostra.

Durante os próximos dias serão exibidos 70 filmes de sete Estados do Nordeste. Entre os destaques estão "Câmara Viajante", que trata do universo e do ofício dos fotógrafos populares que atuam nas festas, feiras e romarias do interior nordestino; "Calango Lengo Morte e Vida Sem Ver Água", uma animação sobre a sobrevivência durante a seca do Nordeste; e "Árido Movie", que tem no elenco nomes como Matheus Nachtergaele, Giulia Gam e Selton Mello.

Também será lançado durante a mostra o livro "Documentário Nordestino", da cineasta e escritora piauiense Karla Holanda. Haverá ainda a presença do Núcleo de Cinema de Animação Casa Amarela Eusélio Oliveira (Nuca), da Universidade Federal do Ceará. Eles trarão 26 obras que utilizam diversas técnicas de animação. Antes das sessões, André Dias, diretor e representante do Nuca, vai comentar os curtas exibidos. "Pernambuco, Ceará e Bahia já são pólos de produção de animações. O Nordeste está bem servido", diz Katia. As informações são do Jornal da Tarde.

Mostra Paulista de Cinema Nordestino . Centro Cultural São Paulo. Rua Vergueiro, 1000, Paraíso. Tel. (011) 3383-3402. Grátis. 16 anos. Retirar ingressos uma hora antes. Inf: www.centrocultural.sp.gov.br

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.