MADRI ¿ A 2ª Mostra de Cinema Brasileiro Cinema Novo leva a Madri e mais duas cidades da Espanha, a partir de hoje, 13 filmes nunca antes exibidos em telas espanholas, começando por Ensaio Sobre a Cegueira, de Fernando Meirelles, baseado no livro homônimo de José Saramago, com Julianne Moore e Gael García Bernal.

A mostra, que, em sua primeira edição, limitara-se a Madri, desta vez crescenta suas projeções a Salamanca e Alcalá de Henares, nas proximidades da capital espanhola. A lista conta com seis longas e seis curtas de ficção e um documentário.

O embaixador do Brasil na Espanha, José Viegas, lembrou na apresentação do evento a boa recepção que teve o festival de cinema brasileiro e afirmou que o sucesso conseguido na edição passada e a qualidade da presente darão continuidade a este evento.

Também hoje será projetado o documentário "Estamira", no qual Marcos Prado conta a história de uma mulher que trabalha há mais de 20 anos em um depósito de lixo. Os longas de ficção são "Os Desafinados", de Walter Lima Jr.; "Antonia", de Tata Amaral; "Querô", de Carlos Cortez; "Maré - Nossa História de Amor", de Lúcia Murat; e "Deserto Feliz", de Paulo Caldas.

Durante a mostra, se realizará o "1º Encontro Hispano-Brasileiro de Cinema" reunindo amanhã profissionais dos diferentes setores cinematográficos de Brasil e Espanha, na busca de futuras co-produções. Na sexta-feira, haverá uma mesa redonda com cineastas brasileiros para falar do presente e do futuro de sua indústria cinematográfica.

Além do "Cinema Novo", os curtas brasileiros farão parte simultaneamente do Festival Internacional do Curta-Metragem, que acontece em Alcalá de Henares, terra natal do escritor Miguel de Cervantes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.