Uma cena do filme Bruno, o mais recente do ator britânico Sacha Baron Cohen, que estreia na sexta-feira, foi retirada por consideração à família de Michael Jackson.

No filme, o ator - mais conhecido pelo personagem-título de seu filme "Borat" - vive um jornalista de Moda austríaco homossexual que se encontra com La Toya Jackson, a irmã mais velha de Michael Jackson.

Depois de conseguir que ela se sente numa 'cadeira' formada por homens de quatro, o ator a faz comer sushi servido por um rapaz nu e depois tenta roubar o celular dela para conseguir o telefone do famoso e agora falecido irmão.

Esta cena, que dura mais de um minuto, já não figurava na versão exibida na pré-estreia do filme nos Estados Unidos, em 25 de junho, poucas horas depois do súbito falecimento do astro.

Mas não se sabe se esta é uma decisão temporária ou não e se a cena voltará a ser incluída no filme.

rcw/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.