A morte do locutor Luiz Lombardi Neto, de 69 anos, foi causada por enfarte agudo do miocárdio, segundo laudo médico assinado pelo médico Fernando Antônio Rodrigues Ramos, citado em nota divulgada pelo SBT. Lombardi morreu na manhã de hoje, por volta das 8 horas.

Reprodução

Em nota, o SBT lamenta a morte do locutor, um amigo pessoal de Silvio Santos, e deixa as condolências para a família. Lombardi deixou a esposa Eni, o filho Luiz Fernando, os netos Daniel, Gabriel e Julia, e os irmãos Reinaldo, Carlos e Roberto Lombardi.

"Não temos o que falar. O nosso coração está apertado com o ocorrido. Lombardi não era apenas um colega, ele era amigo. Faz parte da nossa história. Triste pensar em não escutar a voz dele nos programas, ou andando pela praça do SBT", lamentou Daniela Beyruti, diretora-geral da emissora.

Lombardi era o dono da misteriosa voz que acompanhou o apresentador Silvio Santos por mais de 40 anos. Ele começou sua carreira na década de 60, quando sonhava em ser locutor de futebol, mas acabou indo para a televisão.

Velório e enterro

O velório começou hoje perto das 17h30, na Câmara Municipal de Santo André, Grande São Paulo (Praça Quarto Centenário, número 2, região central).

O cortejo fúnebre seguirá amanhã, às 9h30, para o cemitério Vila Pires, também em Santo André (Rua Miguel Couto, sem número).

Perfil

Luís Lombardi Neto nasceu em São Paulo em 1941. Começou a trabalhar com Sílvio Santos no início da carreira do apresentador e logo fez sucesso por causa de sua voz inconfundível.

Até o final da década de 90, sua imagem era praticamente desconhecida do grande público, o que gerava grande curiosidade e vários mitos sobre sua aparência. No entanto, apesar de nunca mostrar o rosto, Lombardi era uma das personalidades mais conhecidas do SBT.

A partir do ano 2000, Lombardi começou a mostrar o rosto em algumas entrevistas, mas ainda assim muitos não reconheciam o dono da famosa voz do SBT.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.