Morte brutal de crianças choca cidade de Salto, em São Paulo

Um crime brutal chocou a população de Salto, região de Sorocaba, a 102 quilômetros de São Paulo, na noite desta quinta-feira. O menino Ian Henrique Souza, de 12 anos, e sua irmã Ingrid, de 10, foram mortos enquanto estavam sozinhos em casa, que depois foi incendiada.

Agência Estado |

A mãe saiu para ir à faculdade e o pai não tinha chegado do trabalho. Vizinhos chamaram o Corpo de Bombeiros. Depois que as chamas foram extintas, eles entraram na casa e encontraram os corpos sob os escombros - o teto ruiu.

Apesar de estarem carbonizados, foi possível observar que os irmãos tinham sido amarrados na cama com lençóis e apresentavam ferimentos profundos na garganta.

Há dois anos, o filho mais velho do casal, na época com 16 anos, também foi assassinato com requintes de crueldade. Até hoje, o crime não foi esclarecido. De acordo com a Polícia Civil, os pais das crianças estão em estado de choque. Uma tia, Luiza Feitosa, disse que os pais são pessoas exemplares e estimados pelos vizinhos. A mãe das crianças dá aulas em uma escola dominical. "Eles eram filhos ótimos."

O casal havia se mudado de bairro com as crianças após ao morte do filho mais velho. "O primeiro caso ficou impune, mas agora vamos exigir que o assassino seja preso", disse Luiza. A polícia informou que não há elementos indicando ligação entre os casos. Os vizinhos serão ouvidos. Durante o velório, ontem, familiares e amigos do casal pediram justiça.

leia mais sobre: crime

    Leia tudo sobre: criançacriançascrimecrime bárbarocrimessão paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG