A soprano alemã Hildegard Behrens, célebre por suas interpretações de heroínas wagnerianas, morreu no Japão aos 72 anos, anunciaram os organizadores de um festival onde tinha previsto dar um recital.

Ela trabalhou sob a batuta de grandes diretores de orquestra como Leonard Bernstein e Herbert von Karajan e ganhou vários prêmios. Apresentou-se no Metropolitan Opera de Nova York e gravou um número considerável de álbuns durante sua carreira.

Hildegard Behrens morreu na terça-feira vítima de um aneurisma cardíaco em um hospital de Tóquio. Ela será cremada na capital japonesa nesta quinta e suas cinzas levadas ao festival onde dveria se apresentar. Um concerto será dado em sua homenagem.

Nascida em Varel, perto de Oldemburgo, no norte da Alemanha, aprendeu quando menina a tocar piano e violino e depois continuou estudando música enquanto cursava direito.

Em 1997 foi nomeada "cantora do ano" pela revista Die Opernwelt, especializada em ópera.

sps/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.