Tamanho do texto

O samba carioca perdeu dois nomes importantes. Oscarino Luiz dos Santos, um dos fundadores da Escola de Samba Império Serrano, morreu ontem, de causas naturais, aos 91 anos.

Hoje, morreu Aroldo Forde, mais conhecido como Aroldo Melodia , que, por 36 anos, foi intérprete da Unidos da Ilha. Aroldo Melodia tinha 78 anos. Ele aposentou-se nos anos 90, quando sofreu dois derrames, que o deixaram com seqüelas e o obrigaram a se locomover em cadeira de rodas. Nos últimos dois anos, Aroldo Melodia passou por sucessivas internações, principalmente por doença respiratória.

Na quinta-feira, voltou ao Hospital Santa Maria Madalena, na Ilha do Governador, por causa de uma pneumonia. "O quadro agravou-se para uma infecção respiratória aguda, ele precisou ser entubado, mas não resistiu", disse o médico intensivista César Victorino, que cuidou de Aroldo Melodia na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O corpo do sambista, que deixou o filho Ito no lugar na União da Ilha, foi enterrado hoje no Cemitério do Cacuia. Pela manhã, o Império Serrano despediu-se de Oscarino. O corpo dele foi enterrado no Cemitério Irajá, na zona norte da capital fluminense.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.