Morrem duas vítimas de explosão de gás no Rio de Janeiro

RIO (Reuters) - Duas vítimas da explosão em uma lanchonete no subúrbio do Rio de Janeiro na semana passada morreram nesta segunda-feira, de acordo com autoridades de saúde. Paulo Henrique de Souza, de 36 anos, e Carla Xavier, de 18 anos não resistiram aos ferimentos causados pela explosão em decorrência de um vazamento em um botijão de gás.

Reuters |

Ele era um dos donos da lanchonete e a jovem estava no local no momento da explosão.

Segundo o Corpo de Bombeiros, Carla teve cerca de 90 por cento do corpo queimado e Paulo também ficou bastante ferido. Ele estava na cozinha da lanchonete na hora da explosão.

Uma outra vítima da explosão, Priscila Romero, de 22 anos, continua no centro de tratamento intensivo (CTI) do Hospital do Andaraí. Ela teve mais de 40 por cento do corpo queimado e seu estado de saúde é considerado grave.

No acidente, 16 pessoas ficaram feridas com a explosão ocorrida perto de um escola federal e de um estação do metrô da cidade.

A dona do estabelecimento, Eliane de Oliveira, deve ser autuada por lesão corporal grave.

(Por Rodrigo Viga Gaier)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG